top of page

O músculo da gratidão

Sabemos que é muito importante trabalharmos os nossos músculos e o nosso físico, mas já pensaste em trabalhar o teu músculo da gratidão?



A gratidão pode diminuir a pressão arterial, reforçar o sistema imunitário para combater doenças e diminuir o cortisol (hormona responsável pelo stress), daí, ser tão importante dedicarmos tempo a desenvolver este músculo que não é físico mas é igualmente imprescindível na nossa saúde.


Como podemos então exercitar este músculo, todos os dias?


Vamos a 3 dicas práticas:

  1. Personaliza o teu discurso Em vez de dizeres "obrigado" assim distraidamente, porque não personalizares a situação e dizeres, “obrigada por teres partilhado essa novidade comigo”? Sem dares por isso, a gratidão começará a aparecer com mais frequência na tua vida.

  2. Mantém um diário de gratidão Escreve algo que te fez sentir grata ou grato, seja em que momento for, seja em papel ou nas notas do telemóvel. O objetivo é rever ao final do dia, da semana ou do mês.

3. Compromete-te a um dia sem queixas

Um dia sem queixas é exatamente o que parece - evitar queixares-te de tudo e mais alguma coisa durante um dia inteiro. Em vez disso, encontrar motivos para estar grato em situações frustrantes.


Praticar a gratidão não precisa de ser complicado. Na verdade, é exatamente o oposto.


Não precisamos de aumentar o nosso stress mas sim simplificar, seguindo as dicas acima com frequência para que se torne num hábito positivo e integrante da tua rotina. Porque tla como a construção de músculos físico, para obteres benefícios a longo prazo, a gratidão tem de ser reforçada com ações repetidas.


Vamos a isso?


Health Coach



Fontes:

Moieni, M., (2019). Exploring the role of gratitude and support-giving on inflammatory outcomes

Brain, Behavior, and Immunity, Volume 95, July 2021




10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page